Blog
07
12
2021

A Importância da Hidratação na Prática Desportiva

A água é o principal constituinte do organismo humano, representando cerca de 75% do peso corporal à nascença, sendo que este valor vai decrescendo proporcionalmente, à medida que a idade avança.

Embora a água do organismo também provenha de várias reações metabólicas, o consumo regular desta é fundamental para promover a conveniente hidratação. Efetivamente, a água, enquanto alimento, é de tal forma importante que a própria Roda dos Alimentos a exibe no centro, evidenciando bem o destaque que esta deve ter ao longo do dia alimentar.

Porque devo beber água?

São inúmeras e importantes as funções que a água tem no corpo humano e em particular para o praticante de desporto. Algumas delas são:

  • Regular a temperatura corporal, através do arrefecimento pela evaporação de suor na pele;
  • Lubrificar e proteger as articulações, bem como promover o bom funcionamento dos músculos;
  • Contribuir para maximizar a atenção, a concentração e a capacidade de memorização;
  • Interferir positivamente na sensação de saciedade e no controlo de peso;
  • Colaborar na digestão e contribuir para a prevenção e tratamento da obstipação;
  • Diminuir o risco de formação de “pedras nos rins”;
  • Contribuir para o funcionamento saudável do coração;
  • Preservar a elasticidade da pele;
  •  Prevenir a dor de cabeça, o cansaço e a irritabilidade, provocados por desidratação.
Qual a quantidade de água que devo beber?

No que diz respeito às necessidades hídricas de cada pessoa, estas são muito individuais e dependem de muitos fatores tais como: momentos do ciclo de vida, tais como a gravidez/lactação ou idade avançada, género, temperatura ambiental e prática de atividade física. De uma forma geral as recomendações de ingestão diária de água proveniente de bebida (água) em litros, para a população portuguesa são de 1,5L e 1,9L para adolescentes e adultos do sexo feminino e do sexo masculino, respetivamente.

Durante a prática desportiva ocorre o aumento da temperatura corporal com consequente transpiração para que o organismo consiga manter a sua temperatura corporal dentro de valores normais. Com a transpiração o corpo perde água o que pode comprometer o desempenho do praticante e causar o aparecimento precoce de fadiga muscular.

Assim, é importante assegurar um bom estado de hidratação antes, durante e após a modalidade desportiva, e até reforçar a recomendação acima indicada.

Em conclusão…

Um praticante de desporto bem hidratado sofre menos consequências da desidratação, menos risco de lesões, menor fadiga muscular durante o exercício físico e tem um melhor desempenho e rendimento desportivo. Por isso não espere por ter sede!

  • vá bebendo água antes do exercício físico para garantir um bom estado de hidratação e elasticidade muscular;
  • beba água durante a prática para manter a temperatura corporal e evitar a fadiga muscular;
  • beba água depois para repor os níveis de hidratação e assegurar o transporte dos nutrientes necessários à recuperação muscular.

Nutricionista Lucília Duarte – C.P. 2068N

Referências Bibliográficas:

  • Sancho, T. Recomendações sobre hidratação. Departamento de Saúde Pública e Planeamento Administração Regional de Saúde do Algarve, IP
  • Machado, B. Real, H. Águas: da captação ao consumo. Associação Portuguesa de Nutrição. Setembro de 2020

 

author: Marcia Arocha